utilizador: password:     Se ainda não se registou, por favor clique aqui
 

ACTA 12

 

CONSELHO NACIONAL

 

 

ACTA N.º 12/2005

 

Reuniu extraordinariamente, a 13 de Dezembro de 2005, pelas 15H30M, na sede da Ordem dos Advogados, sita à Rua Ho Chi Min, Edifício da Direcção Nacional de Estatística, o Conselho Nacional, sob a presidência do Dr. Inglês Pinto, Vice Presidente da Ordem, com a seguinte proposta de ordem de trabalhos:

 

1.      Leitura e provação da acta da reunião anterior;

 

2.      Apreciação do documento sobre “ o exercício da advocacia em Angola por estrangeiros”;

 

3. Apreciação do ante projecto da “Lei das Sociedades e Associações de Advogados”.

 

Presenças:

Dr.ª Luzia Sebastião;

Dr. Carlos Freitas;

Dr.ª Teresinha Lopes;

Dr.ª Pulquéria Van-Dúnem Bastos (justificada);

Dr. Luís Filipe Pizarro.

Ausências:

Dr. Tomás da Silva;

Dr. Terêncio Campos;

Dr. Machila dos Santos ( justificada);

Dr. Filipe Paulino;

Dr. João André Pedro;

Dr. Raul Araújo.

 

 

Analisados e discutidos os pontos constantes na Ordem de Trabalhos ora aprovada, porém com a exclusão do ponto 1, o Conselho tomou as seguintes deliberações:

 

2.O Conselho analisou minuciosamente o documento elaborado pela Comissão Ad hoc, integrada pelos Drs. Luzia Sebastião, Carlos Freitas e Luís Filipe Pizarro, tendo efectuado ao mesmo correcções, quer formais quer substanciais, ao que se seguiu a sua aprovação.

 

Os membros reiteraram a necessidade do integral cumprimento da prescrição proibitiva dos Estatutos da OAA do exercício da advocacia em Angola  por estrangeiros e angolanos não inscritos, devendo apenas a sua  admissibilidade restringir-se às condições e circunstâncias apontadas no documento ora aprovado.

 

3-Igualmente, com minúcia, foi analisado o ante projecto da Lei acima referido, analisado e discutido na Comissão da Reforma da Justiça e o do Direito, e, tendo em conta as inúmeras questões suscitadas no concernente aos artigos 12.º e 27.º, designadamente determinação rigorosa do conceito de associado para efeitos da presente Lei e as razões da  transitoriedade das associações de advogados, respectivamente, e ainda o prazo relativamente curto para o registo das certidões de constituição das Sociedades na OAA, o Conselho deliberou solicitar a presença de um dos membros da referida Comissão, Dr. Manuel Gonçalves, na próxima Assembleia Geral Extraordinária

 

 

 

Nada mais havendo a tratar, a reunião foi encerrada, quando eram 17H00, dela se lavrando a presente acta, que depois de aprovada, será assinada pelo Vice Presidente.

 

Luanda, 14 de Dezembro de 2005

 

 

O BASTONÁRIO

Raul Araújo

PAGAMENTO DE QUOTAS

COORDENADAS BANCÁRIAS

 

NOME: Ordem dos Advogados de Angola

BANCO: Banco de Fomento de Angola - BFA

CONTA Nº: 489328/30/002:

IBAN: AO06 0006.0000.0048.9328.3026.3

Telef. 928410082

PLANTÃO DE SERVIÇO AOS ADVOGADOS

Finalmente, os advogados angolanos têm um  ESPAÇO para apresentar as suas reclamações, petições e sugestões, de forma presencial, por escrito, por telefone ou por Internet contra as violações dos seus direitos, garantias e prerrogativas.
Veja  o Plantão 
 

 

CERTIDÕES

Regulamento do Registo das Sociedades e Associações de Advogados

Art.11º (Publicidade)

 

 

ASSOCIAÇÕES

 

SOCIEDADES

 

LexAngola

SNR. ADVOGADO
 
Ofereça ao seu escritório algo que seja uma mais-valia: uma subscrição do LEXANGOLA, instrumento indispensável ao exercício da Advocacia que lhe permite, a qualquer momento e em qualquer lugar aceder, num ápice, a qualquer diploma legal - leis, decretos, etc. Em permanente actualização, com todos os códigos em vigor e ligações jurídicas a consolidar. Não adie a sua decisão de se apetrechar . Venha à sua Associação ou faça a sua subscrição on line.

Utilizadores ligados

Existem actualmente 0 utilizadores e 3 convidados ligados.